segunda-feira, 23 de outubro de 2017

OVNIS NA GUERRA

FOO FIGHTER 

Leonardo da Vinci
                                                          Projeto de uma aeronave
Leonardo da Vinci
Antes dos irmãos Wright e de Santos Dumont, Leonardo da Vinci já tinha feito o projeto de uma aeronave, nesse caso, um Helicóptero. Leonardo di Ser Piero da Vinci, ou simplesmente Leonardo da Vinci (Anchiano, 15 de abril de 1452 — Ambiose, 2 de maio de 1519), foi um polímata nascido na atual Itália, uma das figuras mais importantes do Alto Renascimento, que se destacou como cientista, matemático, engenheiro, inventor, anatomista, pintor, escultor, arquiteto, botânico, poeta e músico. É ainda conhecido como o percursor da aviação e da balística.  É considerado um dos maiores pintores de todos os tempos e como possivelmente a pessoa dotada de talentos mais diversos a ter vivido. 
Irmãos Wright
                                                                Irmãos Wrigh 
Os Irmãos WrightWilbur (Millville, 16 de abril de 1867Dayton, 30 de maio de 1912) e Orville (Dayton, 19 de agosto de 1871Dayton, 30 de janeiro de 1948), foram dois irmãos Norte americanos, inventores e pioneiros da aviação aos quais, os americanos, consideram o crédito pelo desenvolvimento da primeira máquina voadora mais pesada que o ar, que efetuou um voo controlado, em 17 de Dezembro de 1903.
A principal realização dos irmãos foi a invenção do controle em três eixos, que permitiu ao piloto controlar a aeronave de forma efetiva e manter o seu equilíbrio. Esse método se tornou e permanece sendo o padrão em aeronaves de asa fixa de qualquer tipo. Desde o início do seu trabalho em aeronáutica, os irmãos Wright focaram no desenvolvimento de um método confiável de controle de pilotagem.  Usando um pequeno túnel de vento caseiro, eles obtiveram uma grande quantidade de dados científicos como nunca antes, o que os permitiu desenhar e construir asas e hélices mais eficientes que todos até então. A primeira patente deles, a de Número 821.393, não requeria a invenção de uma máquina voadora, mas sim a invenção de um sistema de controle aerodinâmico que manipulava as superfícies de uma máquina voadora.
                                                                
O primeiro voo do Wright Flyer I, 17 de
 Dezembro de 1903, Orville pilotando,
 Wilbur correndo perto da asa.

Santos Dumond
                   
                                            Santos Dumond
Santos Dumond, o pai da aviação, foi um inventor nato, brasileiro, criou o relógio de pulso, o ultraleve, o chuveiro de água quente e o avião. Um fato interessante é que o próprio Santos Dumond admitiu que o avião dos irmãos Wright voava melhor que o dele, o que era verdade, pois o avião dos irmãos Wright era completamente manobrável, ao contrário do 14 bis. Aos 59 anos Santos Dumond cometeu suicidou, depressivo ao ver sua invenção o avião se transformando em uma máquina de guerra.
Santos Dumont, no dia 13 de setembro de 1906, com o "14-BIS", executou em Paris o primeiro voo em um aparelho mais pesado que o ar. A aeronave subiu a uma altura de 50 metros.
                                     

Em 1908, Santos Dumont constrói o "Demoiselle", cujo desenho serviria de modelo a todos os projetistas que se seguiram. Santos Dumont construiu tudo nessa aeronave, inclusive o motor. Em 1910, na primeira exposição da Aeronáutica realizada no Grand Palais de Paris, o "Demoiselle" foi um sucesso.

Ainda em 1910, Dumont encerrou sua carreira. Passou a supervisionar as indústrias que surgiram na Europa. Doente, resolveu voltar ao Brasil. Em 8 de dezembro de 1914, ao ver seu invento ser usado para bombardear a cidade de Colônia, se decepciona Em 1932 em São Paulo, vê seu invento sendo usado na revolução.Com esclerose múltipla e depressão, no dia 23 de julho de 1932, Alberto Santos Dumont, comete suicídio em um hotel no Guarujá, na cidade do Guarujá, litoral sul de São Paulo.
Escreveu dois livros: "Dans-L'air" (1904) e "O que Vi e o que Nós Veremos" (1918) 
Primeira Guerra Mundial
Pela primeira vez a batalha sobe aos céus através dos aviões. Os pilotos ainda não dominavam esse equipamento, sendo assim, a maioria morria nos treinamentos. A Primeira Guerra serviu como um grande treinamento para a Segunda Guerra Mundial.

Nessa época também surgiam grandes empresas, como a Fokker e Breguet juntamente com grandes pilotos, como Manfred von Richthofen ( o barão vermelho). Manfred Albrecht Freiherr von Richthofen (Breslau, 2 de maio de 1892 – Vaux-sur-Somme, 21 de abril de 1918), também conhecido como Barão Vermelho, foi um piloto de caça alemão na Primeira Guerra Mundial e é considerado até hoje como o "ás dos ases". Servindo no exército Imperial, ele foi um líder militar, e como piloto se tornou um ás da aviação, foi o piloto que mais obteve vitórias na Primeira Guerra.
  
 
  Manfred von Richthofen (barão vermelho)
Segunda Guerra Mundial
Na Segunda Guerra Mundial a aviação foi um grande marco, sendo utilizada tanto para ataque quanto para defesa e com isso houve o aperfeiçoamento dos aviões que eram capazes de penetrar com toda intensidade em território inimigo, destruindo tudo que estivesse ao seu alcance.
Nesse cenário 5 países se destacavam no ramo da aviação, os Estados Unidos, Inglaterra, União Soviética, Alemanha e o império do Japão.

                                       

FOO FIGHTER
A Segunda Guerra Mundial teve início em 1939, a partir da invasão que a Alemanha realizou em território polonês. A Liga das Nações, formada principalmente pela Inglaterra e França, havia acordado com os alemães quanto a não invasão da Polônia, mas Hitler passou por cima desse acordo, em 1939, dando início, a Segunda Guerra Mundial.              
Os países do Eixo eram compostos pela Alemanha, Itália e Japão; e os países aliados eram formados inicialmente pela Inglaterra e França – posteriormente, uniram-se aos aliados a Rússia e os Estados Unidos da América.
Uma noite em novembro de 1944, Edward Schlueter, um piloto de Bristol Beaufighter, o observador de radar Donald J. Meiers e o oficial de inteligência Fred Ringwald, voavam ao longo do Reno, a norte de Estrasburgo. Eles descreveram ver de "oito a 10 luzes laranja brilhante da asa esquerda ... voando pelo ar em alta velocidade". Nem o radar aéreo nem o controle terrestre registraram qualquer coisa próxima. "Schlueter virou-se para as luzes e elas sumiram", continuou o relatório. "Mais tarde, eles apareceram mais longe. A exibição continuou por alguns minutos e logo desapareceram. Donald Meiers deu a esses objetos um nome, tomando uma palavra sem sentido usada por personagens no popular desenho" Fumou Fighter :" foo fighters ".

A expressão Foo Fighter
O termo Foo Fighter em si é um enigma. Mas alguns dizem que a expressão "foo fighter" pode ser traduzida como caça foo. A palavra sem sentido "foo" surgiu na cultura popular no começo dos anos de 1930. O cartunista Bill Holman a usou em sinais e trocadilhos nos quadrinhos do personagem bombeiro Smokey Stover publicadas no jornal Chicago Tribune. Holman declarou ter visto a expressão na parte inferior de uma estatueta chinesa. O bordão de Stover era "Onde há foo, há fogo" ("Where there’s a foo, there’s fire") e "foo" provavelmente veio da palavra francesa para fogo. No caso ilustrado na imagem ao lado "foo fighter" equivale afirefighter, bombeiro. "Foo" era usada por militares na II Guerra e acredita-se que está relacionada a gírias acrônimas militares em inglês. 
                                                               Cartunista Bill Holman
Um dos primeiros relatórios norte-americanos sobre o fenômeno Foo Fighter, datado de outubro de 1943, relatou que quando B-17s (fortalezas-voadoras) estavam voando sobre Schweinfurt, Alemanha, durante voos de bombardeio, dúzias de discos pequenos e prateados apareceram repentinamente; esses discos tinham cerca de 2,5 cm de espessura e 10 cm em diâmetro. Um dos tripulantes de uma aeronave viu um dos discos atingir a cauda de um dos aviões, mas não provocou nenhum dano na aeronave.
Mesmo com as evidências que temos, não há um único caso documentado de qualquer avião de ser danificado ou abatido por um dos Foo Fighter, embora tenha havido relatos de pilotos de demolição de uma missão por causa deles. Houve uma infinidade de relatos de luzes acompanhando os aviões, alguns pilotos achavam que eram alguma arma secreta dos nazistas.

                                 
B-17 (fortaleza-voadora)
Contatos de radar
Raramente as luzes ou objetos eram detectados nos radares. Em 22 de dezembro, um piloto com o 415 Night Fighter Squadron relatou dois "grandes brilhos laranja" que subiram rapidamente em direção ao seu avião quando ele voou sobre Hagenau, na Alemanha. No chão, o operador de radar também obteve uma leitura sobre os objetos.
                     415 Night Fighter Squadron                         
 Hagenau Alemanha
"Ao atingir a nossa altitude", o piloto relatou, os foo lutadores "se estabilizaram e ficaram na minha cauda". Ele executou mergulhos íngremes, manobras evasivas, mas os OVNIs o acompanharam. "Depois de ficar com o avião por dois minutos", ele testemunhou, "eles desceram e se afastaram, voando sob controle perfeito, e depois saíram".

Quase sempre os operadores de radar não viam os foo fighter na tela, em raras ocasiões eles conseguiram confirmar sua existência. 
"Eu sempre peguei um alvo na tela do radar que parecia ser uma aeronave convencional", disse ele. "Mas ... ao ser rastreado (ele) aceleraria a uma velocidade fantástica, o que impossibilitava a definição e ainda mais difícil de identificar. Então nos referimos a eles como 'fantasmas'. Foram relatados mais encontros com o suposto OVNI esférico, mas nenhum dos objetos tomou qualquer ação agressiva. Após o fim da guerra, ficou-se sabendo que os pilotos alemães e japoneses também estavam vendo as mesmas luzes e as autoridades militares do Eixo temiam uma arma secreta aliada.
Foram uma infinidade de relatos de avistamentos de luzes misteriosas que acompanhavam os aviões de guerra.
Poderiam os pilotos estarem presenciando o fenômeno Raio Esférico ou Fogo de Santelmo?
O Raio Esférico (ou bola)
 
Quase sempre possuem forma esférica, mas também de forma oval, gota d’água, bastão, discóide, elipsóide, com diâmetro variando de 10-40cm, em diferentes cores, mas na maioria das vezes observada o vermelho-laranja, o amarelo ou branco. Não são excepcionalmente brilhantes, mas podem ser observados claramente, de dia ou de noite.
É um fenômeno que só recentemente os cientistas têm relacionado com o avistamento de OVNIs. Esse tipo de fenômeno atmosférico (apesar de ter sido visto também no espaço) consiste em um tipo de concentração de eletricidade, quase sempre no formato esférico, que surge geralmente durante uma tempestade, mas existem relatos de avistamento também com o céu claro e ensolarado.
Vários grupos de cientistas em todo mundo tem estudado esse fenômeno. O raio bola é chamado por vários nomes, como raio globular, raio esferoidal, relâmpago globular, etc, e em inglês: “Ball Lightning”. O fenômeno dura consideravelmente, muitos relatórios iniciais afirmam que a bola explode ao final, às vezes com consequências fatais, deixando um cheiro de enxofre. 
O fenômeno do raio esférico (ou bola) é pesquisado desde 1850, em torno de 10.000 visualizações já foram registradas, foram vistos com diâmetros de 1.5m, 0.1 a 0.2m, e 0.01 a 1.00m. O cientista Nikola Tesla gerou em laboratório raios esféricos de 1 a 2cm de diâmetro com uma duração de 2 a 3 segundos.
  
  Cientista Nikola Tesla
Foi registrado o caso de um raio esférico que, ao tocar o solo (uma área de 1.5m de diâmetro) derreteu 440Kg de solo e evaporou  aproximadamente 175 litros de água.
Os raios esféricos surgem e repentinamente desaparecem, atravessam paredes; possuem variedade de cores; há relatos de raios esféricos surgirem dentro de casas, aviões, e até veículos espaciais; atravessam vidraças sem se alterar. 
Foi relatada a aparição de um raio esférico, durante a Grande Trovoada em uma igreja em Widecombe-in-the-Moor, Devon, na Inglaterra, em 21 de outubro de 1638, onde quatro pessoas morreram e aproximadamente 60 ficaram feridas quando, durante uma tempestade, uma bola de fogo de aproximadamente 2,4 m,  foi descrita entrando na igreja. Grandes pedras das paredes da igreja foram destruídas e jogadas no chão juntamente com grandes vigas de madeira. A bola de fogo supostamente esmagou os bancos e muitas janelas, e encheu a igreja de um cheiro de fumo escuro e enxofre.
A bola de fogo teria sido dividida em dois segmentos, um saindo através de uma janela, esmagando-o e a outra parte desaparecendo em algum lugar dentro da igreja. A explicação no momento, devido ao fogo e cheiro de enxofre, era que a bola de fogo era "o diabo" ou as "chamas do inferno". Mais tarde, alguns jogaram a culparam da tragédia em duas pessoas que estiveram jogando cartas no banco da igreja durante o sermão, incorrendo, assim, na ira de Deus. 
Igreja de São Pancras em Widecombe-in-the-Moor
Devon Inglaterra
Imaginário Popular
O formato circular dos raios globulares podem causar uma certa confusão para quem presenceia o fenômeno do raio bola, pois podem ser confundidos com ovnis já que se trata de um fenômeno raro, pouco documentado, e cuja ocorrência, somada a crenças pode levar as pessoas a especularem e acreditarem na possibilidade do relâmpago globular ser um ovni. 
Fogo de Santelmo
fogo-de-santelmo (ou fogo de São Telmo ou ainda fogo de Santo Elmo) consiste numa descarga eletroluminescente provocada pela ionização do ar num forte campo elétrico provocado pelas descargas elétricas. Mesmo sendo chamado de fogo, é na realidade um tipo de plasma provocado por uma enorme diferença de potencial atmosférica.
O fogo-de-santelmo deve o seu nome a São Pedro Gonçalves Telmo ou a Santo Erasmo (também conhecido como Santo Elmo ou São Telmo), santos padroeiros dos marinheiros, mareantes e barqueiros, que haviam observado o fenômeno desde a Antiguidade, e acreditavam que a sua aparição era um sinal propício e que acalmava a tempestade.
Fisicamente, é um resplendor brilhante branco-azulado que, em algumas circunstâncias, tem aspecto de fogo de faísca dupla ou tripla, que surge de estruturas altas e pontiagudas como mastros, cruzes de igreja e chaminés.
O fogo-de-santelmo se observa com frequência nos mastros dos barcos durante as tormentas elétricas no mar, alterando a bússola, para desassossego da tripulação. Benjamin Franklin já observara, em 1749, que o fenômeno é de natureza elétrica.
Também se dá em aviões e dirigíveis. Nestes últimos, era muito perigoso, já que muitos deles eram inflados com hidrogênio, gás muito inflamável.
O fogo-de-santelmo aparece entre as pontas dos cornos dos bovinos durante as tormentas elétricas, e em objetos afiados em meio de um tornado. Não é o mesmo que o fenômeno denominado raio globular, mesmo estando relacionados. Na Grécia Antiga, a aparição de um único fogo-de-santelmo era chamado de Helena ( Helena é um nome feminino que teve origem com o grego Heléne, a partir de heláne, que significa “tocha”. O termo hélê quer dizer “raio de Sol”), fazendo com que o significado de Helena seja “a reluzente” ou “a resplandecente”, e, quando eram dois, eram chamados de Castor e Pólux. (Castor (em latim: Castōr; em grego: Κάστωρ, Kastōr, lit. "castor") e Pollux (em latim: Pollūx) ou Polideuces (em grego: Πολυδεύκης, Poludeukēs, "vinho muito doce") eram dois irmãos gêmeos da mitologia grega e romana, filhos de Leda com Tíndaro e Zeus, respectivamente, irmãos de Helena de Troia e Clitemnestra)
                                                           A lenda de Castor e Pólux.
Confusão com OVNI’s (UFO’s)    
                                     
Sempre que alguém filma, fotografa ou avista um objeto voador não identificado, é extremamente importante tentar compreender que tipo de fenômeno natural pode ser o responsável. Além de fenômenos naturais, satélites, balões meteorológicos, testes nucleares, testes de novas aeronaves militares, etc, ou seja, causas humanas também podem explicar aparições de supostos OVNI’s. Sempre há uma explicação. Não significa que não seja um óvni, pois sabemos que tem muitos óvnis aparecendo o tempo todo.No livro O Mundo Assombrado Pelos Demônios, Carl Sagan cita algumas explicações comuns para os OVNI’s e uma delas é o fogo-de-santelmo: A maioria das pessoas informava honestamente o que via, mas o que elas viam eram fenômenos naturais, ainda que pouco familiares. 
Há tantos satélites lá em cima que eles estão sempre oferecendo espetáculos espalhafatosos em algum lugar do mundo. Dois ou três se deterioram todos os dias na atmosfera da Terra, sendo os destroços flamejantes freqüentemente visíveis a olho nu.
No livro de Carl Sagan, o autor explica que o aumento de avistamentos de OVNI’s, bem como a criação do termo ‘disco voador’ são fatos recentes na história humana, coisas de meados do século XX.
                                 
Carl Sagan        
No passado, os marinheiros diziam que o fenômeno Fogo de Santelmo era uma resposta para suas preces. Antes da era cristã e em civilizações não-cristãs, acreditava-se ser algo atribuído as divindades. Nos dias de hoje uma pessoa que acredita em discos voadores, pode muito bem atribuir o fogo-de-Santelmo a uma causa alienígena. Pode também cometer o engano de dizer que trata-se de “energia cósmica”. Pode também ser um verdadeiro ovni, vamos apurar nossas observações. 
Perguntas que podem chocar:
Os avistamentos de óvnis por parte dos pilotos de hoje, seriam os mesmos Foo Fighters, avistados pelos pilotos da segunda guerra mundial?
Se essas luzes eram raios circulares ou Fogo de Santelmo, como voavam em formação inteligente?
Seriam óvnis ou tecnologia alemã para a guerra?
Estariam os pilotos, em função do estresse da guerra, imaginado essas luzes? 
Em todos os lugares e em todas as épocas houve sempre relatos de avistamento de luzes, será que todos seriam raios?
Quantas luzes já foram ignoradas pelos pesquisadores, que pensavam tratar-se de raios e na verdade eram ovnis?
Mais uma vez agradeço aos amigos, por lerem o resumo dos Foo Fighters, se gostaram e acham que algum amigo pode aproveitar a informação compartilhe, eu sou Carlos Moreira , piloto da Máquina de Mistérios.
Fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/Manfred_von_Richthofen

https://mundooculto.es/2016/08/que-eran-los-misteriosos-foo-fighters-avistados-por-los-aviadores-nocturnos-durante-la-segunda-guerra-mundial/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Foo_fighter

http://mundoeducacao.bol.uol.com.br/historiageral/fases-segunda-guerra-mundial.htm

http://www.sohistoria.com.br/ef2/fases/

http://miltonribeiro.sul21.com.br/2012/04/27/a-terrivel-batalha-de-los-angeles-completa-70-anos

http://ufologiagja.blogspot.com.br/2014/03/o-misterio-dos-foo-fighters-da-2-guerra.html https://blogdoastronomo.wordpress.com/2012/07/13/foo-fighters/ http://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/efeito-corona-fogo-de-santelmo.html

https://pt.wikipedia.org/wiki/Fogo-de-santelmo

https://en.wikipedia.org/wiki/St._Elmo%27s_fire

Livro: óvnis – uma história da atividade Alienígena dos Avistamentos às Abduções Até A Ameaça Global

Autor: Rupert Matthews

Livro: Céus Abertos, Mentes Fechadas – autor Nick Pope 

http://meteoropole.com.br/2016/08/fogo-de-santelmo-o-que-e-isso/

https://www.aswangproject.com/santelmo/

https://en.wikipedia.org/wiki/Ball_lightning

https://pt.wikipedia.org/wiki/Hitodama

 





Fábrica de Disco Voador?

Fábrica de Discos Voadores: a evolução Outro dia recebi umas fotos de supostos discos voadores e percebi que nas fotos mais antigas...