quarta-feira, 16 de agosto de 2017

John Lennon avista um óvni em sua varanda




Olá amigos da Máquina de Mistérios, eu sou Carlos Moreira e hoje vou relatar o interessante caso de avistamento de um óvni pelo senhor John Winston Lennon mais conhecido como John Lennon, isso mesmo, nascido em Liverpool em 9 de outubro de 1940 — Nova Iorque, foi cantor, músicoguitarristacantorcompositor e escritor e ativista antiguerra.
John Lennon foi um dos fundadores da banda britânica The Beatles considerada a maior banda de rock de todos os tempos, era formada por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr.  





Em 23 de agosto de 1974, as nove horas da noite, John Lennon estava na varanda de seu apartamento em Nova Iorque e testemunhou um objeto não identificado pairando acima de sua janela.
Ele descreveu o objeto como sendo um disco voador que piscava suas luzes com total falta de barulho de motor. "O OVNI se trasladava sem emitir som algum, no maior silêncio."  John relatou que o objeto era cinza escuro ou preto e tinha luzes brancas e ainda uma luz vermelha no topo. Chegou a fazer um desenho do OVNI.                                         
Na época Jonh Lennon estava com sua assistente e namorada que, segundo ele, “estava no quarto ao lado”, era May Pang, a atraente assistente oriental de 23 anos que estava vivendo com ele durante o Lost Weekend – período em que John esteve separado de Yoko. Eles estavam morando juntos no apartamento de May, no 434 East 52nd Street, um prédio em estilo art deco, construído em 1928.
434 East 52nd Street –apartamento de John Lennon
 May Pang, também testemunhou o evento e descreveu o acontecimento. "Parecia um cone achatado, com uma luz brilhante no topo."  


Eles também telefonaram para o jornal local para relatar o avistamento. O representante do jornal os disse que pelo menos 7 pessoas também tinham visto o OVNI.Até mesmo telefonamos para a polícia, pois estávamos muito empolgados, e eles nos disseram para ficarmos calmos porque outras pessoas também tinham avistado o objeto.Durante o restante da noite John ficou falando: ‘Eu não posso acreditar nisso… eu não posso acreditar nisso… eu vi um disco voador! ‘ “

Em 1974, aqui no Brasil, existia uma revista chamada, Revista POP que exibiu uma entrevista de John onde ele fazia perguntas a si próprio. A matéria tinha sido originalmente publicada pela revista Interview, de Andy Warhol. Segue o trecho em que John Lennon fala sobre o avistamento:
– Agora que você já está morando há aproximadamente três anos em Nova York…
– Se você prestar atenção à capa de Walls and Bridges, você verá uma pequena nota que diz: “Eu vi um Objeto Voador Não Identificado”. Por que você não me pergunta sobre isso?
No final da página de Walls and Bridges
– Ah, nem reparei. Você viu mesmo? Estava bêbado? Alto? Ligadão?
– Não. Não é nada disso. Naquela noite eu estava até muito sóbrio, deitado nu na cama, quando me deu essa vontade…
– Mas todos nós temos…
– Pois é. Eu fui para a janela, sonhando do jeito que eu costumo sonhar, e aí, ao virar a cabeça, pairando sobre o edifício ao lado, a não mais que trezentos metros, vi aquela coisa… Com lâmpadas comuns piscando, acendendo e apagando em toda a volta da parte de baixo, e uma luz vermelha que não piscava, no alto… Que diabo seria isso? Será um helicóptero? Não! Não faz barulho… Ah, já sei! Deve ser um balão. Mas balões não são assim, nem voam tão baixo… Sim, pessoal, ele estava voando (muito devagar, acho que a cerca de 50 km por hora) baixo… Muito abaixo, repito, dos telhados mais altos (isto é, mais alto do que os edifícios velhos e mais baixo do que os novos). Ele ficou lá o tempo todo, não tirei os olhos dele, mas gritei para uma amiga que estava no quarto ao lado: “Venha ver isso!” Minha amiga veio correndo e testemunhou comigo. Ninguém mais estava por perto. Tentamos tirar algumas fotos (droga de câmera, estava encrencada) com uma câmera comum. Depois, demos o filme para revelar e ele nos devolveu um negativo sem nada impresso…
Em seu livro Loving John – The Untold Story, lançado em 1983, May Pang detalhou o ocorrido:

“Tínhamos acabado de pedir pizza e, uma vez que a noite estava quente, decidimos sair no terraço. Não havia janelas de frente para nós do outro lado da rua, então John saiu sem roupas, a fim de pegar uma brisa. Eu me lembro que estava dentro do quarto me vestindo quando começou a gritar para eu sair ao terraço. Eu gritei de volta que estaria ali, mas ele continuou gritando para ir naquele instante. Quando saí, meu olho captou este objeto circular grande vindo em nossa direção. Tinha a forma de um cone achatado e ainda por cima era enorme, brilhante, tinha luz vermelha, não pulsava como uma das aeronaves convencionais. Quando se aproximou um pouco mais, poderíamos fazer uma linha ou círculo de luzes brancas que corriam ao redor da borda inteira. Eu estimo que era aproximadamente do tamanho de um jatinho e estava tão perto que se tivéssemos alguma coisa para jogar nele, provavelmente teria batido com bastante facilidade. Muitas vezes helicópteros passavam voando acima de nós, mas aquilo foi tão silencioso como a noite, 17 andares acima do nível da rua”. Nós fizemos algumas fotos, mas elas apareceram superexpostas. Nós ainda chamamos a polícia e disseram-nos para manter a calma, que outros tinham visto isso também. John passou a noite toda dizendo: ‘Eu não posso acreditar nisso… eu vi um disco voador!”.
“John sempre teve interesse em UFOs. Ele até assinou a revista britânica Flying Saucer Review. Mas depois de ver o que vimos naquela noite, se tornou ainda mais, trazendo à tona o assunto o tempo todo.”
John também falou sobre esse assunto em uma entrevista, disponível no YouTube, veja no link

John incluiu o encontro ufológico dentro de duas músicas de diferentes álbuns. 
"Like a UFO you came to me, and blew away life's misery... [Como um UFO você veio para mim e mandou embora a miséria da vida ...]" - Out of the Blue, do álbum Mind Games. 
Também "There's UFO's over New York, and I aint too surprised... [Há UFOs em Nova York, e eu não estou muito surpreso ...]" - Nobody Told Me, do álbum Milk and Honey.

No álbum Walls and Bridges, de John Lennon, lançado em 1974 (26 de setembro nos EUA e 4 de outubro na Inglaterra). Trazia, entre outros atrativos, um livreto com as letras das músicas.



                                                             

No final da primeira página desse livreto estava escrito:
                                                      

Ou seja, John afirmava que tinha visto um Objeto Voador Não Identificado, às nove horas da noite de 23 de agosto de 1974.
Ouça no youtube, Walls and Bridges:

Por volta de 23 horas da segunda-feira, 8 de dezembro de 1980, John Lennon retornava, com sua esposa Yoko Ono, de um estúdio de gravação. Quando estava entrando em sua residência, no Edifício Dakota em New York, um homem de 25 anos chamado Mark David Chapman, que no fim da tarde do mesmo dia havia se encontrado com Lennon junto com fãs e conseguido um autógrafo de Lennon em uma capa do álbum do cantor chamado Double Fantasy, sacou um revólver e efetuou cinco disparos contra Lennon, matando uma lenda e então o sonho acabou.

Qual sua opinião?
Você acha que John Lennon, um dos músicos mais famosos do mundo, realmente teve um contato visual com um óvni? E se não, porque inventaria uma história dessas, se Já tinha fama e dinheiro?
Haveria algum motivo para óvnis aparecerem para algumas personalidades?
Você acredita em disco voador? Em abdução? Seres de outros Planetas? Você já viu um Ovni?
Se você tem uma história e quiser mandar para Máquina de Mistério é só encaminhar para nosso e-mail:

maquinademisteriosufo@gmail.com, em breve o canal no youtube Máquina de Mistérios.

                                                  Máquina de Mistérios - Estudos Ufológicos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Fábrica de Disco Voador?

Fábrica de Discos Voadores: a evolução Outro dia recebi umas fotos de supostos discos voadores e percebi que nas fotos mais antigas...